sexta-feira, 11 de abril de 2014

SUPERVISOR FINANCEIRO - SALVADOR (BA)


SUPERVISOR FINANCEIRO  – SALVADOR (BA)

Nosso cliente é uma das mais tradicionais empresas de Construção Civil da Bahia. Tem atuação não só regionalmente, como também em projetos por todo o Brasil. Segmentada em Unidades de Negócio, esta posição é para a Unidade de Incorporação Imobiliária.

Este profissional se reportará às Diretorias Administrativa-Financeira e Comercial. Terá sob sua responsabilidade toda a área de finanças da Unidade de Incorporação Imobiliária.

O profissional terá como missão gerenciar toda a área financeira desta Unidade de Negócio,  garantindo a aplicação das políticas da empresa, bem como a confiabilidade das informações gerenciais sob sua responsabilidade.

Domínio e vivência em empresas do segmento específico definido serão consideradas como diferencial. O conhecimento de todo o fluxo de atividades referentes desde a abertura do canteiro de obras, o trâmite legal e comercial do processo de vendas, bem como o gerenciamento das atividades do dia a dia são o básico exigidos para esta posição.

É fundamental experiência e conhecimento do SGI, SMS, SGN além de sólidos conhecimentos nas áreas Financeira, Contábil e de Informática.

Deverá também ter mobilidade para eventuais viagens dentro do território nacional.


Maiores informações entrar em contato com Neusa Tachard e/ou Lorena Barbosa através dos telefones (71) 3342 3900 ou (71) 9115 6445. Enviar email em PDF para contratacao@organiza-ba.com.br.

A ORGANIZA – CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL ( www.organiza-ba.com.br) , empresa com 37 anos de atuação no mercado, com foco em Executive Search para posições de Diretoria , Alta e Média Gerência.

COORDENADOR DE TI - RECIFE (PE)


COORDENADOR DE TI – RECIFE (PE)

Nosso cliente é um grupo internacional com forte atuação em todo o Brasil. O segmento de atuação é o de Serviços.

Esta posição se reportará ao Gerente Administrativo-Financeiro. Tendo sob sua responsabilidade uma equipe enxuta na área de infraestrutura e suporte.

O profissional terá como missão organizar e estruturar a área, seguindo as macro diretrizes do Grupo no que se refere à governança de TI. Estruturação de procedimentos, normas e processos, bem como o nivelamento técnico da equipe será uma das suas missões.  A vivência em um modelo de Gestão e Governança em multinacionais e grandes empresas com todas as formalidades e relatórios exigidos é um diferencial a ser considerado.

A capacidade de trabalhar, formar e acima de tudo capacitar a equipe interna é fundamental. Atualmente a estrutura é enxuta e com algumas deficiências técnicas que precisam ser inicialmente supridas por esse profissional. Com isso a capacidade de atuar nos níveis estratégico, tático e eventualmente, neste primeiro momento, o operacional é essencial.

Deverá também ter mobilidade para eventuais mudanças dentro do território nacional.

Maiores informações entrar em contato com Neusa Tachard e/ou Lorena Barbosa através dos telefones (71) 3342 3900 ou (71) 9115 6445. Enviar email em PDF para contratacao@organiza-ba.com.br.

A ORGANIZA – CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL ( www.organiza-ba.com.br)
, empresa com 37 anos de atuação no mercado, com foco em Executive Search para posições de Diretoria , Alta e Média Gerência.

GERENTE DE RECURSOS HUMANOS - RECIFE (PE)


GERENTE DE RECURSOS HUMANOS  – RECIFE (PE)

Nosso cliente é um grupo internacional com forte atuação em todo o Brasil. O segmento de atuação é o de Serviços.

Esta posição terá um duplo report. Localmente se reportará ao Diretor Geral da Operação em Pernambuco, mas estará ligado diretamente à Diretoria Regional de Recursos Humanos que está localizada em Salvador (Ba.).

O profissional terá como missão organizar e estruturar a área, seguindo as macro diretrizes do Grupo para todos os sistemas e sub-sistemas de RH.  A vivência em um modelo de Gestão e Governança em multinacionais e grandes empresas com todas as formalidades e relatórios exigidos é um diferencial a ser considerado.

A capacidade de trabalhar, formar e acima de tudo capacitar a equipe interna é fundamental. Atualmente a estrutura é enxuta e com algumas deficiências técnicas que precisam ser inicialmente supridas por esse profissional. Com isso a capacidade de atuar nos níveis estratégico, tático e eventualmente, neste primeiro momento, o operacional é essencial.

Fará parte também do Comitê de Gestão, juntamente com as outras áreas, participando de decisões em colegiado sobre a estratégia e atuação do dia a dia. Forte capacidade de liderança e habilidade de interagir com diferentes opiniões e perspectivas e paradigmas.

Deverá também ter mobilidade para eventuais mudanças dentro do território nacional.

Maiores informações entrar em contato com Neusa Tachard e/ou Lorena Barbosa através dos telefones (71) 3342 3900 ou (71) 9115 6445. Enviar email em PDF para contratacao@organiza-ba.com.br.

A ORGANIZA – CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL (www.organiza-ba.com.br) , empresa com 37 anos de atuação no mercado, com foco em Executive Search para posições de Diretoria , Alta e Média Gerência.


sexta-feira, 21 de março de 2014

AUTORIDADE E AUTONOMIA


Aqui vai uma dica valiosa que pode decretar o seu sucesso ou fracasso no ambiente corporativo: entenda,alinhe, compactue e acompanhe bem o seu nível de autoridade e autonomia.

Deixando um pouco de lado, mas sem esquecer da ansiedade,  e de tudo que vem atrelado a ela, ao iniciar em um novo desafio ou a ser promovido, horizontalmente ou verticalmente, é fundamental que entre você e seu Líder direto esteja explícito de forma bem clara e de preferência, formal qual é o seu nível de autoridade e autonomia. Autoridade e autonomia sobre pessoas e processos.

Buscando de forma objetiva a Wikipedia e outros dicionários veremos conceitos mais técnicos e específicos da definição dessas duas palavras e dos seus usos. Mas, se me permitem vou definir de forma bem simplória: autoridade é o que você pode e autonomia é até onde você pode ir, decidir, enfim assumir a responsabilidade.

E um dos grandes problemas e geradores de ruídos que vejo nas Organizações, sejam elas de qualquer porte é a falta de clareza e definição por parte de algumas de deixar isso bem claro. A maioria tem suas descrições de cargos, seus job description, mas vejo pouco ou quase nenhuma clareza no que se refere a autoridade e autonomia e consequentemente responsabilidade sobre quais processos e com relação à pessoas.

E isso não é somente responsabilidade da Organização, cabe também aos profissionais, não importa o nível hierárquico que eles estejam no momento, questionarem ou estarem bem alinhados ao iniciar ou se movimentar por essa estrutura de até onde é o seu limite. E reflita o seguinte: se a empresa não é 100% sua, existe um limite de autoridade e autonomia que você deve respeitar.

Por que podem ter certeza, somente quando acontecer alguma coisa grave é que irão procurar o responsável e ao final constataremos que o que faltou foi clareza e definição sobre autoridade e autonomia.

E aqui para ilustrar algumas fronteiras que devem ser estabelecidas na relação do ambiente de trabalho com foco em autoridade e autonomia: movimentação de pessoal, compras e aprovação de gastos/investimentos, representatividade institucional, decisões em processos e procedimentos, entre outros. E desde o mais simples até o mais complexo processo decisório. Já vi executivos explodirem em reuniões por causa da simples mudança da arrumação da recepção da empresa.

Enfim, a cada novo desafio, a cada nova promoção deixe e busque clarificar até onde vai a sua autoridade e autonomia, pois uma simples decisão pode abalar a sua trajetória profissional.


E no happy hour de hoje, aproveite para fazer nada. Sim, pare por um momento, diminua a sua velocidade e ansiedade e se permita deixar as horas passarem simplesmente vendo os outros, observando o ambiente sem pressa da bebida esquentar ou ter que chegar logo em casa.  E mesmo sem ter por ai Blitz barrando direção e bebida, continue você fazendo a sua parte. Um grande abraço e nunca desista dos seus sonhos!


* Marcio Lopes


Obs.: Marcio Lopes, sócio e diretor da Organiza - Consultoria de Gestão Empresarial (http://www.organiza-ba.com.br ), e da Paulo Lopes Desenvolvimento Pessoal e Empresarial (http://www.paulolopesdpe.com.br). Headhunter, Consultor, Coach Profissional e Palestrante. Este artigo teve divulgação no site Gente e Mercado & Comercial (http://www.genteemercado.com.br/categoria/colunistas/marcio-lopes/) e no Jornal Tribuna da Bahia, quinzenalmente às sextas-feiras.



sexta-feira, 7 de março de 2014

NÃO PERCA A OPORTUNIDADE, ESTEJA PRONTO!

Na semana que antecedia o Carnaval... e aqui me permitam o parênteses, a semana e não o mês... conversando com um amigo ele me revela que recebeu uma ligação de um executivo de uma multinacional que o deixou desnorteado. Quando ele me revelou o motivo eu disse, isso não foi convite, mas um ultimato, e um bom ultimato. Ele foi convidado para ser Diretor desta empresa em outro país. Seria o líder para a expansão desta empresa. O processo já tinha sido iniciado e o nome dele chegou aos 46´ do segundo tempo, o que foi aprovado pela Empresa. E ele teria somente até esta semana, pós Carnaval para decidir e ir. Detalhe para os mais críticos, sua remuneração iria quatriplicar. Mais drama para a decisão - esse era o projeto dos seus sonhos e para o que tinha se preparado nos últimos 5 anos.

E ai Marcio, ele aceitou? Sim, ele aceitou, mas não pode ir!  E antes de você ficar criticando a empresa pelo prazo que deram a ele, o cenário era o seguinte: o que estava em risco era um contrato importantíssimo para as pretensões da Multinacional. Se aquele profissional com determinado perfil não estivesse esta semana lá, correriam o risco de perder um grande projeto. E lembrando, que o Carnaval de 10 dias é somente aqui. E por que ele não foi?

Simplesmente por que além do seu passaporte estar fora do prazo de validade, ele não fez a mudança do seu endereço eleitoral e não justificou na última eleição e precisaria desta quitação para poder gerar um novo e por ai vai. Resumindo: não daria tempo para adequar as pretensões da empresa com a geração da sua documentação. E sim, haviam outros profissionais capacitados no processo e que estavam com a sua documentação em dia.

E que isso seja uma boa lição para todos nós, não somente para projetos internacionais, mas para os que possam surgir. E ai seguem algumas dicas importantes para estarmos atentos e sermos um “chato” com as nossas coisas:

  • Documentações legais: passaporte, quitação eleitoral, certidões, procurações, seguros, enfim o que puder estar em dia e com o prazo de validade dentro da normalidade se preocupe;
  • Saúde: check-ups, vacinas;
  • Finanças: uma reserva financeira, sempre estar comprando dólar todo mês (evita as perdas pelas oscilações do câmbio), CPF limpo, programação estruturada;
  • Trabalho: todos os seus projetos e responsabilidades em dia, conseguir mobilidade para trabalhar em qualquer lugar, ter o seu back-up preparado e treinado, suas atividades normatizadas e padronizadas;
  • Família: o que vale para você vale para sua família e incluir aí a preparação para eles serem mais independentes;
  • Idioma: estar sempre com ele mais ou menos afiado, afinal de contas você vai precisar dele em algum momento.
Isso seriam alguns pontos que considero primários para estarmos, da nossa parte, em dia para que caso surja esta oportunidade ou outra similar não a percamos por pura negligência e irresponsabilidade nossa.


Bom final de semana e no happy hour de hoje que ele seja regado a uma boa água de coco e sucos para que seu fígado agradeça após a folia momesca. Um grande abraço e nunca desista dos seus sonhos. 

* Marcio Lopes

Obs.: Marcio Lopes, sócio e diretor da Organiza - Consultoria de Gestão Empresarial ( http://www.organiza-ba.com.br ), e da Paulo Lopes Desenvolvimento Pessoal e Empresarial (http://www.paulolopesdpe.com.br). Headhunter, Consultor, Coach Profissional e Palestrante. Este artigo teve divulgação no site Gente e Mercado & Comercial (http://www.genteemercado.com.br/categoria/colunistas/marcio-lopes/) e no Jornal Tribuna da Bahia, quinzenalmente às sextas-feiras.


quinta-feira, 6 de março de 2014

COORDENADOR DE PROJETOS – (CÓDIGO: CP 14)

A ORGANIZA – CONSULTORIA DEGESTÃO EMPRESARIAL, empresa com 37 anos de atuação no mercado, com foco em Executive Search para posições de Diretoria , Alta e Média Gerência,  seleciona:

 
Imagem meramente ilustrativa.
 COORDENADOR DE PROJETOS – (CÓDIGO: CP 14)

Nosso cliente, empresa do segmento de serviços, sediada em Salvador, desenvolvendo um projeto de âmbito internacional procura um profissional para integrar a equipe deste projeto.





Deverá ter formação em Arquitetura sendo considerado desejável especialização ou pós graduação, ou MBA em Gestão de Projetos ou em áreas correlacionadas; certificação PMP (Professional Manager Project) ou BSC (Balanced Score Card). Conhecimento da Lei 866 e software de gestão de projetos. Experiência em elaboração e monitoramento de planos operacionais, gestão de projetos, definição e controle das etapas do projeto, coordenação de equipes, contratação e gerenciamento de fornecedores, relacionamento com órgãos federais, estaduais e municipais, organização de eventos de grande e médio porte (planejamento, gerenciamento e logística).

Deverá ter inglês fluente e disponibilidade para viajar quando necessário.

Os profissionais que apresentarem perfil para a posição mencionada deverão enviar o currículo indicando o CÓDIGO, para o e-mail: contratacao@organiza-ba.com.br

Temos urgência nesta contratação.

Maiores informações entrar em contato com Lorena Cerqueira e/ou Neusa Tachard – 71 3342-3900 (ramal 21) ou 71 9115-6445.

COORDENADOR DE OPERAÇÕES – (CÓDIGO: COP – 14)

A ORGANIZA – CONSULTORIA DEGESTÃO EMPRESARIAL, empresa com 37 anos de atuação no mercado, com foco em Executive Search para posições de Diretoria, Alta e Média Gerência,  seleciona:

Imagem meramente ilustrativa.
COORDENADOR DE OPERAÇÕES – (CÓDIGO:  COP – 14)

Nosso cliente, empresa do segmento de serviços em transporte coletivo urbano, busca profissional para atuar como Coordenador de Operações. Terá reporte direto à Diretoria de Operações.






Terá como responsabilidades:

§  Análise e interpretação de relatórios técnicos e gerenciais;
§  Implementação de melhorias para a qualidade do serviço prestado;
§  Gerenciar a operação garantindo confiabilidade dos processos;
§  Acompanhamento logístico e operacional de toda a operação e frota.

Além de comprovar experiência na área de operações, o profissional deverá conhecer de Planejamento Estratégico, Orçamento, RH, Treinamento, Liderança, Suprimentos, Logística, Custos, Programa 5S.

Deverá ter ensino superior completo. Desejável vivência em operações complexas.

O nosso prazo é urgente, enviar CV até a próxima segunda-feira, 10 de março de 2014.

Os profissionais que apresentarem perfil para a posição mencionada deverão enviar o currículo indicando o CÓDIGO, para o e-mail: contratacao@organiza-ba.com.br

Maiores informações entrar em contato com Lorena Cerqueira e/ou Neusa Tachard – 71 3342-3900 (ramal 21) ou 71 9115-6445.